5 de jul de 2012

O simpático Maluf: no Brasil e no Mundo


Aqui, ele beija a mão da presidentA e confia no “jeitinho” brasileiro.

Lá fora, ele está na mira da organização policial em mais de 170 países.
Foto publicada no Estadão
O deputado Paulo Maluf (PP) beija a mão da presidente Dilma Rousseff, durante a cerimônia de lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/2013, no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira, 4. O deputado recentemente declarou o seu apoio ao candidato petista em São Paulo Fernando Haddad. A foto feita no dia do anúncio da aliança gerou polêmica entre a militância e nas redes sociais. Lula ironizou o fato: ”É uma foto ambientalmente correta”, afirmou Lula aos profissionais de imprensa e fotógrafos que aguardavam a saída da dupla. Dilma repetiu a frase do antecessor e acrescentou: “É uma foto simpática que nós estamos tirando para vocês”.

Fonte:


************* 

Justiça dos EUA mantém Maluf na lista da Interpol

A Justiça norte-americana rejeitou nesta quinta-feira, 26, o pedido do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) para retirar seu nome da lista de procurados pela Interpol, a Organização Internacional de Polícia Criminal.

Leia também: Maluf apela a ministro para fugir da Interpol
O nome do ex-prefeito de São Paulo foi incluído na lista da Interpol há mais de dois anos. Maluf é acusado de fraude, roubo e lavagem de dinheiro. A ordem de prisão vale nos 188 países membros da polícia internacional.
Os advogados do ex-prefeito dizem que ele não cometeu crimes nos EUA, mas um tribunal de Nova York - onde Maluf é acusado de movimentar contas bancárias ilegais com dólares desviados de obras públicas de São Paulo - entendeu que ele deve ser julgado em território norte-americano.

Maluf apela a ministro para fugir da Interpol

Na mira da organização policial em mais de 170 países, deputado pediu ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, um ‘jeitinho’ para se livrar da prisão. Por Leandro Mazzini
21 de abril, 2012
Extra
Imagem da Web
Na mira da Interpol em mais de 170 países, menos no Brasil, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) pediu ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, um ‘jeitinho’ para se livrar da prisão. Acusado pela Promotoria de Nova York de lavagem de dinheiro, entre outros crimes, enquanto prefeito de São Paulo, Maluf tem que depor no estado americano. Mas pode ser detido assim que desembarcar lá. O deputado tentou negociar depoimento na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, em vão. Agora, Cardoso intervém para que haja um depoimento por videoconferência.

Fonte:
http://opiniaoenoticia.com.br/opiniao/maluf-apela-a-ministro-para-fugir-da-interpol/?leiamais

Nenhum comentário :

Postar um comentário

comentário aguardando moderação