30 de ago de 2011

Senador Pedro Simon aposta em um movimento das ruas e pelas redes sociais contra a corrupção.

"O destino de qualquer nação é desenhado 
pela vontade de seus filhos." 
Só protestar pela internet não adianta, repetem diariamente numerosos comentaristas. O que podemos fazer na prática?, perguntam outros tantos. Justificadamente inquietos com a roubalheira impune, que vai atingindo dimensões medonhas, os brasileiros honestos entendem que é preciso mostrar nas ruas que também a indignação do país que presta chegou a altitudes sem precedentes.
Pois chegou a hora da ação. Como informa a  reportagem na seção Feira Livremanifestações nas ruas contra os corruptos providos de licença federal para roubar serão realizadas em várias capitais no Dia da Independência. Em 20 de setembro, um ato de protesto na Cinelância pretende acordar o Brasil para a urgência do combate em defesa dos pagadores de impostos. Quem já não suporta a ladroagem tem o dever de comparecer. Quem acha que a lei vale para todos não pode perder o bonde da História.
Os brasileiros precisam aprender que o destino de qualquer nação é desenhado pela vontade de seus filhos. E vontade se manifesta nas ruas. Assim começam os grandes movimentos populares. Assim começou a campanha pela volta das eleições diretas para a Presidência da República. Assim deve começar o movimento pelo fim do assalto sem castigo ao dinheiro do povo.

Nota da editora:
Concordo que "o destino de qualquer nação é desenhado pela vontade de seus filhos", que deverá ser expressa com civilidade. Estaremos nós, brasileiros, preparados para ir às ruas sem transformá-las em local de conflito sangrento? 
Vocês recordam quando militantes do PT atiraram uma pedra na cabeça de José Serra, e Lula disse que era 
apenas "uma bolinha de papel"?




Pode ler também:







Nenhum comentário :

Postar um comentário

comentário aguardando moderação