21 de jul de 2010

Município de POA não investiga. Estado do RS investigará?


Na opinião dos “petistas” não existe necessidade em realizar uma investigação sobre o vendedor, quando da aquisição de imóvel pela Prefeitura de Porto Alegre. Mesmo que o vendedor esteja sendo processado pelo Estado do Rio Grande do Sul!

Vejam os dados do processo que o Estado movia contra o vendedor e que o Município não investigou...

No momento da compra e venda do imóvel, pelo município de Porto Alegre, Nelson Luiz da Silveira estava sendo executado pelo Estado do Rio Grande do Sul. E esse fato não constou na documentação do Compromisso de Compra e Venda.

Na eventualidade de o ex-prefeito José Fogaça (PMDB), ser eleito Governador do RS, ele terá outra visão em relação a esses casos? Particularmente acredito que não, visto que Fogaça continuou com o processo de Embargos de Terceiro interposto durante o governo de Tarso Genro (PT). Fogaça e Tarso já demonstraram mútua admiração, principalmente Tarso, que alfinetou Yeda Crusius quando declarou:

Hoje, quem não viaja ao exterior e não promove seus produtos, fica com uma visão paroquial restrita e fechada. Como eu vou me dar muito bem com meu vice-governador, não será nenhum temor viajar.
( Zero Hora, 27/06/2010, pg.05).

Entretanto, durante 30º Congresso Estadual dos Municípios, realizado pela Famurs, no final de junho, o comportamento de Tarso para com Fogaça foi bem diferente. Os dois candidatos estavam amistosos, conforme noticiado pelo JC em: http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=32483

Um agradecimento bem merecido, já que Fogaça não detonou com o contrato de compra e venda irregular - do imóvel da Jerônimo Coelho, 254 -, feito pelo PT em dezembro de 1999.

Parece que os PTistas de Lula não são muito afeitos a averiguar e também a ler o que assinam. E têm apoio. Vejam os casos da candidata à presidência do Brasil, Dilma Rousseff.

Primeiro, ela faz uma propaganda usando a foto da atriz Norma Bengell. Em uma fotomontagem (http://coturnonoturno.blogspot.com/2010/04/mas-como-mente-candidata.html ). Depois, Dilma, em seu blog oficial publica uma nota de esclarecimento lamentando "profundamente" a "interpretação equivocada" do uso de uma foto da atriz Norma Bengell numa passeata contra a ditadura militar no capítulo "Minha Vida", conforme matéria encontrada no site: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,blog-de-dilma-lamenta-interpretacao-errada-de-foto-de-norma-bengell,542831,0.htm

Segundo: a candidata à presidenta assina documento inteiro; sem ler! Ela estava com pressa: http://blogdomariofortes.blogspot.com/2010/07/o-pt-diz-agora-que-dilma-assinou-o.html . E Lula a defende.

Uma postura prejudicial aos cofres públicos e a todos os brasileiros! É lamentável!

A propositura da ação foi feita em 1991. O processo foi extinto em 2003. Em 2004 a escritura do imóvel da Jerônimo Coelho, 254, foi registrada (bem depois de eu ter feito o registro da penhora). Pelo que entendi, não houve julgamento. Tenho muito interesse em ver esse processo.


Bookmark and Share

Nenhum comentário :

Postar um comentário

comentário aguardando moderação