30 de out de 2010

Lula mente. Dilma mente. Dívida externa brasileira é US 235 bilhões

_______________________________________________  
Publicado por Editor em 29/10/2010

http://www.dilmaporquenaovotar.com.br/2010/10/29/lula-mente-dilma-mente-divida-externa-brasileira-e-us-235-bilhoes-quase-um-terco-do-pib/

Na propaganda eleitoral, a campanha da candidata marionete alardeia que o governo zerou a dívida externa brasileira.
Não é o que consta no relatório de Setembro do Banco Central.
Confira no site: http://www.bcb.gov.br/?ecoimpext
Setor Externo
NOTA PARA A IMPRENSA – 21.9.2010
(Obs.: edição resumida)
I – Balanço de pagamentos – Agosto de 2010

O balanço de pagamentos registrou superávit de US$4,4 bilhões em agosto. As transações correntes foram deficitárias em US$2,9 bilhões, acumulando déficits de US$31,1 bilhões no ano e de US$45,8 bilhões, nos últimos doze meses, este equivalente a 2,32% do PIB. A conta financeira apresentou ingressos líquidos de US$6,6 bilhões no mês. Destacaram-se os ingressos líquidos de investimentos estrangeiros em carteira, US$5,6 bilhões, e diretos, US$2,4 bilhões.
Jogo combinado

As remessas líquidas de renda para o exterior somaram US$3 bilhões no mês, elevação de 25% em relação a agosto do ano anterior. As saídas líquidas de renda de investimento direto totalizaram US$2,2 bilhões, ante US$1,1 bilhão em agosto de 2009. As remessas líquidas de renda de investimentos em carteira atingiram US$526 milhões, ante US$1 bilhão no período comparativo. A despesa líquida de renda de outros investimentos somou US$296 milhões, recuo de 19,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. As despesas líquidas totais de lucros e dividendos e de juros atingiram, na ordem, US$2,5 bilhões e US$526 milhões, com variações respectivas de 32,5% e de -3,8%.

II – Reservas internacionais

Em agosto, as reservas internacionais somaram US$261,3 bilhões, com crescimento de US$4 bilhões em relação ao estoque apurado para julho. (OBS.: uma verdadeira bomba relógio para o próximo governo. Com o dólar em queda livre e o agravamento da crise da economia dos Estados Unidos, o cenário pode tornar-se cinzento em 2011).

Ainda no mesmo período, a autoridade monetária comprou liquidamente US$3 bilhões no mercado de câmbio à vista. No mês, houve receita de US$342 milhões com a remuneração das reservas, enquanto as demais operações externas, que incluem principalmente as variações de preços e de paridades, contribuíram com US$636 milhões para a elevação do estoque.

III – Dívida externa

A dívida externa total foi estimada em US$235,4 bilhões para o mês de agosto, permanecendo estável em relação à posição estimada para julho, e aumentando US$6,8 bilhões em relação à dívida apurada para junho de 2010. A dívida externa de médio e longo prazos totalizou US$187,9 bilhões, com crescimento de US$5,2 bilhões em relação à posição de junho, enquanto a de curto prazo, cujo estoque foi estimado em US$47,4 bilhões em agosto, elevou-se US$1,5 bilhão no mesmo período.

Nos meses de julho e agosto, os principais fluxos que afetaram o estoque da dívida externa de longo prazo foram os ingressos líquidos de títulos, US$2,2 bilhões; de empréstimos de organismos internacionais, US$900 milhões; de buyers e suppliers, US$804 milhões; de empréstimos em moeda, US$299 milhões; além das saídas líquidas de agências governamentais, de US$139 milhões. Houve, ainda, incremento de US$1.207 milhões derivado da variação estimada por paridade.

Quanto à dívida externa de curto prazo, o acréscimo observado deveu-se à elevação de US$3,6 bilhões verificada no saldo de empréstimos em moeda, parcialmente compensada pela redução de US$2 bilhões nas obrigações em moedas estrangeiras dos bancos comerciais.

*******
O escritor Ferreira Gullar vota José Serra. Vê Dilma como “uma marionete” e Lula como um “ignorante”, “mentiroso”, com “fome de poder”, que é “a vergonha do Brasil”. Leia mais em http://www.dilmaporquenaovotar.com.br/2010/10/26/lula-comprou-os-pobres-do-brasil/  - por Alexandra Lucas Coelho


***  

Dívida externa estimada para setembro vai a US$ 243,7 bilhões‎
O Globo - 4 dias atrás
BRASÍLIA - A dívida externa do Brasil estimada para setembro cresceu para US$ 243792 bilhões, ante posição fechada de junho de US$ 228594 bilhões, ( resultado da pesquisa Google)

Powered by BannerFans.com


Nenhum comentário :

Postar um comentário

comentário aguardando moderação