13 de jan de 2013

R$ 280 milhões para reforma de apartamento para políticos enquanto desabrigados esperam pelas casas prometidas


Câmara vai gastar R$ 280 milhões para reformar apartamentos com banheiras
As obras começaram em 2007, mas ainda há editais sendo abertos para concluir a remodelagem nos imóveis de 200 metros quadrados

Governo deve mais de 5 mil casas à região afetada pelas chuvas no Rio

Em 2010, poder público prometeu 5034 moradias aos desabrigados; construção sequer começou

Alfredo Junqueira - O Estado de S. Paulo
RIO -  Dois anos depois das chuvas que devastaram a região serrana do Rio de Janeiro, os governos federal e estadual ainda não entregaram nenhuma das 5.304 casas prometidas, na época, aos desabrigados.
Leia mais:

Estádios vão gastar R$ 7 bilhões a mais do previsto
Eduardo Bresciani - O Estado de S. Paulo
BRASÍLIA - O planejamento financeiro dos estádios que receberão a Copa também foi profundamente alterado ao longo dos últimos três anos. Em São Paulo houve a troca da reforma do Morumbi pela construção da Arena Itaquera, mas nas outras sedes, mesmo com a manutenção dos projetos, o preço foi crescendo. Das 11 arenas propostas em 2010 e mantidas na programação houve alteração de preço registrada na matriz de responsabilidades em seis.

Segundo dados atualizados da matriz, a arena mais cara será a de Brasília. O Estádio Mané Garrincha ultrapassou a cifra de R$ 1 bilhão. O governo do Distrito Federal afirma que o desembolso final poderá ser menor com os benefícios fiscais do Recopa, regime que concede benefícios tributários para obras em arenas, e atribui o orçamento maior ao fato de ter feito a licitação separada de itens como cobertura, gramado e cadeiras. Estes elementos da obra não estavam na previsão de gastos da matriz original.

Pelo documento oficial, o custo dos estádios já supera R$ 7 bilhões, um acréscimo superior a 32% em relação aos R$ 5,3 bilhões previstos há três anos. Deste montante, 91% serão executados com recursos públicos ou financiamentos do BNDES.

O montante gasto ao final será bem maior. O Maracanã, que na matriz tem custo de R$ 808 milhões, já aparece com orçamento de R$ 882,9 milhões. A Arena da Amazônia tem como novo custo o valor de R$ 583,4 milhões, quase R$ 70 milhões a mais do que o previsto anteriormente.

Fonte:


Nenhum comentário :

Postar um comentário

comentário aguardando moderação